segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Greve nacional: no 5° dia, bancários cobram volta das negociações

O Comando Nacional dos Bancários enviou no sábado (26) ofício à federação dos bancos (Fenaban) cobrando a retomada das negociações a partir desta terça-feira (29). O envio da carta foi decidida durante reunião realizada no mesmo sábado.



No documento, os trabalhadores reafirmam as reivindicações da categoria por aumento real de salário, PLR maior, valorização dos pisos, política de preservação dos empregos e mais contratações, melhores condições de saúde, segurança e trabalho, combate às metas abusivas e ao assédio moral, auxílio-educação e plano de previdência complementar para todos.



"Os bancários entraram em greve após rejeitar proposta rebaixada da Fenaban. A paralisação tem como objetivo provocar a retomada das negociações com proposta dos banqueiros que corresponda às reivindicações dos trabalhadores, os quais ajudaram a construir o resultado de um dos setores mais lucrativos do país", diz o presidente do Sindicato Luiz Cláudio Marcolino, que faz parte do Comando.


A greve nacional por tempo indeterminado da categoria entrou nesta segunda-feira (28) em seu quinto dia. O balanço parcial da manhã da mobilização aponta que 28 mil bancários de 367 locais de trabalho aderiram.


Além de agências, ficaram fechados os prédios administrativos da Nossa Caixa (Rua do Tesouro, XV de Novembro, Líbero e Álvares Penteado), Unibanco (Patriarca, Boa Vista e CAU, onde funciona parte da tecnologia do banco), Banco do Brasil (Complexo São João, Verbo Divino e Ipiranga), Banco Real (Call Center SP1 e SP2), terceirizadas Tivit e Fidellity. No Bradesco Alphaville, onde funciona a área de sistemas do banco, novamente a paralisação se estendeu até as 10h30.



Veja abaixo a carta enviada pelo Comando Nacional à Fenaban


São Paulo, 26 de setembro de 2009


Ao Sr. Magnus Apostólico
Superintendente de Relações do Trabalho da Fenaban


Considerando que ainda não recebemos resposta ao ofício que encaminhamos a V.Sa. no dia 18 de setembro manifestando o posicionamento do Comando Nacional dos Bancários de rejeitar a proposta apresentada pela Fenaban no dia anterior e solicitando uma nova proposição para que pudéssemos avançar nas negociações;


Considerando que as assembléias gerais da categoria em todo o país ratificaram a posição do Comando Nacional de rejeitar a proposta por considerá-la insuficiente, decidindo deflagrar a greve por tempo indeterminado;


Considerando que V.Sa. tem afirmado pela imprensa estar preocupado com a "falta de negociação" e que o Comando "tem de dizer o que tem de melhorar";


O Comando Nacional dos Bancários, reunido em São Paulo na tarde deste sábado, 26 de setembro, reafirma que a proposta para atender às necessidades dos trabalhadores precisa contemplar aumento real de salário, melhoria da PLR, valorização dos pisos salariais, uma política de preservação dos empregos e mais contratações, melhores condições de saúde, segurança e trabalho, combate às metas abusivas e ao assédio moral, auxílio-educação e plano de previdência complementar para todos.


Diante do exposto, o Comando Nacional dos Bancários se coloca à disposição desta entidade patronal para retomar as negociações a partir desta terça-feira, 29 de setembro, e aguardamos sua manifestação.



Da Redação, com informações do Sindicato dos Bancários de São Paulo

Desorganização

Assim podemos descrever os últimos dias vividos pela população de nossa cidade. Seja na inscrição para carteirinhas, como para votação nos conselheiros tutelares.


Na última quinta, várias pessoas estavam embaixo de chuva no acesso ao Automóvel Clube. Já neste domingo, vários são os relatos... No CIEP da Lapa, local de votação das 76ª, 100ª e 129ª zonas eleitorais, a espera na fila da 76ª não era menor que 2 horas. Uma zona que abrange praticamente todo o subdistrito de Guarus, com somente uma sala para votação, somente uma urna.


Falta planejamento! Nas mais diversas áreas administrativas em nosso município. Uma só palavra, mas que faz toda a diferença.

sábado, 26 de setembro de 2009

Eleição dos conselheiros tutelares acontece nesse domingo

Tudo pronto para a eleição dos conselheiros que, até 2012, estarão garantindo o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) aos menores de Campos durante exercício nos três conselhos tutelares existentes no município. Neste domingo (27), os eleitores do município poderão se dirigir, das 9h às 17h, a quatro postos de votação montados na cidade para eleger 45 dos 62 aprovados na prova objetiva do processo seletivo, que tiveram os nomes divulgados na edição do último dia 11 no Diário Oficial do município.
A apuração das quatro urnas está prevista após o encerramento da votação, às 18h, no auditório Miguel Ramalho, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Fluminense (
IFF) - antigo Cefet-Campos. Mas, segundo o presidente do Conselho Municipal de Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Mário Lopes, somente na terça-feira (29), será publicada oficialmente a relação dos 45 eleitos, que, de quinta-feira (01) a domingo (04), passarão pela etapa de capacitação classificatória em que serão, de acordo com o desempenho dos candidatos, determinados os cinco titulares e 10 suplentes para cada conselho.
Com a publicação da lista
classificatória no próximo dia seis, a gestão de três anos começa no próximo dia 08 e termina em 07 de outubro de 2012. "Publicados a lista classificatória e o edital de convocação, os titulares começam imediatamente a trabalhar. Vale pedir que os eleitores façam uma escolha acertada, já que esses conselheiros estarão por três anos cuidando de nossas crianças e nossos adolescentes", frisou Mário.
Segundo Mário, como não houve tempo hábil para que o Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (
TRE-RJ) preparasse urnas eletrônicas para o processo eleitoral, a votação será feita através de cédulas que deverão ser depositadas em urnas convencionais. No local, os eleitores terão acesso à relação de nomes dos candidatos em ordem alfabética com seus respectivos números e identificação do conselho a que concorrem.
Todos os eleitores, maiores de 16 anos, com título de eleitor emitido pela Justiça Eleitoral de Campos, poderão participar da escolha da composição dos três Conselhos Tutelares existentes no município, que será fiscalizada pelo Ministério Público. Os votantes deverão apresentar, além do título, um documento de identificação com foto, como carteira de identidade, Carteira Nacional de Habilitação (
CNH) e Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS).
"Ao receber a cédula rubricada, o eleitor escreverá o número do seu candidato e assinalará o conselho para o qual ele concorre. Elaboramos um sistema de vigilância
eletrônica que identificará se o CPF for apresentado duas vezes, evitando assim a duplicidade de votação", alertou o presidente do CMDCA.
Locais de votação - De acordo com a zona eleitoral, os eleitores poderão se dirigir, no dia 27, das 9h às 17h, a quatro postos que serão montados. Os inscritos na 98ª Zona Eleitoral (
ZE), deverão se dirigir ao IFF (antigo Cefet), localizado na Rua Dr. Siqueira, 237, Parque Tamandaré. Os eleitores da 99ª ZE votarão na Escola Municipal Professora Sebastiana Machado da Silva, na Rua Dr. Beda, s/ nº, no IPS.
Para os que votam na 75ª e 249ª
ZE's, a votação será na Escola Municipal Maria Lúcia, na Avenida 28 de Março, s/ nº, no Turfe Clube, próximo à sede da TV Record. Eleitores das 76ª, 100ª e 129ª zonas votarão no Centro Integrado de Educação Pública (Ciep) Nilo Peçanha, na Avenida Rui Barbosa, s/ nº, no Bairro Lapa.
Conselhos - Em Campos, existem três Conselhos Tutelares. Tomando por referência a Rua dos
Goitacazes, estão os Conselhos I e II, que atendem, respectivamente, os casos ocorridos nos lados esquerdo e direito. Para atender o distrito de Guarus e toda área compreendida até a divisa com Espírito Santo, existe o Conselho III. Todos eles estão sediados na sede do Conselho Municipal de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, situado na rua Barão de Miracema, 335, no Centro da cidade.
Abraços a todos.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Campos poderia seguir o exemplo do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PCdoB)

Prefeito inicia licitação do transporte em Aracaju(SE)

Em pouco mais de um ano, os cerca de 520 mil aracajuanos terão à disposição um transporte público melhor e uma frota de ônibus renovada. O prefeito Edvaldo Nogueira assinou na sexta-feira, 17, o decreto que cria a comissão para o estabelecimento das providências necessárias ao início do procedimento licitatório para a concessão do serviço de transporte público da região metropolitana de Aracaju.

Na ocasião, também foram entregues à sociedade 20 novos ônibus que começam a circular a partir deste domingo, 20, e as carteiras de habilitação para 15 flanelinhas concluintes do Centro de Formação de Condutores. Outro decreto assinado foi o de número 2.400, que cria uma comissão responsável pela avaliação das condições de segurança, conforto e conservação dos veículos que compõem a frota do sistema de transporte. A rigor, estão postos os mecanismos necessários para garantir a qualidade dos ônibus que circulam na capital.

Segundo o prefeito Edvaldo Nogueira, foram dados passos decisivos para a melhoria do transporte coletivo da cidade. "Um dos compromissos assumidos na campanha eleitoral era de dar atenção especial à mobilidade urbana em Aracaju. Esse é um problema enfrentado pelo mundo inteiro, já que a matiz do desenvolvimento está baseada no carro individual, o que tem levado as cidades a um congestionamento e a dificuldade do trânsito insuportáveis", afirmou.

O anúncio também marcou a abertura da Semana Nacional de Trânsito em Aracaju - com destaque para o Dia Mundial Sem Carro -, que ocorrerá até o próximo dia 25 com o objetivo de rediscutir a ocupação do espaço urbano e a questão da mobilidade urbana. "Foi pela dimensão que quisemos dar à Semana de Trânsito, que escolhemos essa data para anunciar medidas que corrigirão problemas graves no transporte coletivo. Vamos começar a dar passos adiante para que Aracaju se desenvolva e melhore cada vez mais", ressaltou o prefeito.

A comissão municipal que iniciará as discussões em torno do processo licitatório do transporte coletivo será formada pelo vice-prefeito, Silvio Santos; o superintendente da SMTT, Antônio Samarone; os secretários municipais de Governo, Karla Trindade, de Finanças, Jeferson Passos, e de Controle Interno, Lucivanda Nunes; além do procurador geral do município, Luiz Carlos de Oliveira Santana.

"Vamos começar esse processo da estaca zero, pois existe um processo anterior de 2004, mas que tratava apenas da licitação em Aracaju. Assim, os cidadãos dos municípios de Nossa Senhora do Socorro, São Cristovão e Barra dos Coqueiros seriam penalizados, pois pagariam duas passagens", explicou o prefeito. A idéia é unir forças e fazer o processo licitatório conjuntamente. "Vamos constituir um consórcio intermunicipal formado pelas prefeituras, porque as licitações das linhas se dão nos municípios", avisou.

Prazos

A comissão de Aracaju tem prazo de 30 dias, prorrogáveis por mais 30, para apresentar as sugestões iniciais. Nesse tempo, a PMA fará contato com as prefeituras e formalizará as medidas iniciais necessárias para que tudo ocorra de forma ágil. No início de 2010, deve ser formada a comissão definitiva - composta por representantes de todas as prefeituras - para efetivar o processo licitatório.

"Em dezembro de 2010 queremos colocar a licitação na rua. O edital deve estar em todos os jornais do país convocando as empresas", prevê Edvaldo. Sobre a demora para que o processo seja concluído, o prefeito explicou que é necessário que quatro prefeituras criem e aprovem suas próprias leis para realizar a licitação. "Esse passo foi o mais importante desde que Aracaju passou a ter transporte público e precisamos ter paciência e calma para que tudo ocorra dentro das necessidades de cada cidade", destacou Edvaldo.

Para o vice-prefeito, Silvio Santos, os anúncios desta sexta-feira são um marco na história do sistema de transporte coletivo de Aracaju. "Todo esse processo resultará na criação de regras para o gerenciamento do sistema, que há anos apresenta problemas e a administração municipal infelizmente possui até aqui poucos mecanismos para resolvê-los. As empresas que vencerem a licitação terão que seguir normas rígidas e cumprir várias atribuições. Caso não estejam aptas para prestar os serviços no padrão condizente com o nível de qualidade de vida que temos aqui, sofrerão sanções e terão que se enquadrar", disse.

Novo decreto

Sobre a comissão responsável pela vistoria permanente na frota de ônibus, o resultado será apresentado em forma de relatório para a Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT). "Os veículos que não estiverem adequados como diz a legislação, vamos tirar de circulação. Essa medida é fundamental para não deixar circular carros deteriorados na cidade, pois a população mais carente precisa ter um transporte urbano confortável", informou o prefeito.

O superintendente da SMTT, Antônio Samarone, declarou que, enquanto a licitação não é implantada, a Prefeitura de Aracaju vai tomar medidas para minimizar as deficiências do transporte. "Nossa esperança é que até o fim do ano, com a implantação de novos veículos à população, tenhamos um transporte de melhor qualidade", disse ele, ao informar que até o fim do ano 110 novos ônibus vão ser colocados nas ruas da cidade.

O vereador Emmanuel Nascimento saudou a iniciativa do prefeito Edvaldo Nogueira em promover a reestruturação do sistema de transporte e definiu a Semana Nacional de Trânsito como um evento fundamental para a promoção da cidadania. "Em nome dos vereadores de Aracaju, quero aplaudir o Executivo Municipal por essas ações efetivas que vão beneficiar a população e melhorar ainda mais a qualidade de vida da nossa capital", declarou.

Charge de J. Bosco para "O Liberal"

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

INFORMES DA REDE MUNICIPAL!

A prefeitura de Campos anunciou que pagará a partir deste mês, aos professores da rede municipal, os 3% a mais sobre os salários referentes ao curso de qualificação de 40 horas, realizado no ano passado. De acordo com o secretário de Administração e Recursos Humanos, Fábio Ribeiro, o pagamento referente ao mês de setembro acontece nos dias 28, 29 e 30.
Fábio explica que o benefício dos professores será efetuado junto com o pagamento do mês de setembro.

O caótico trânsito da Avenida 28 de Março



Medidas efetivas não são tomadas, assistimos a demora nas obras da Avenida Arthur Bernardes e com o crescimento populacional esperado para nossa cidade, devido os investimentos na região, esse é um cotidiano que só tende a piorar.

Lula vê dificuldades para palanque duplo no RJ, diz jornal

O jornal O Dia, na edição desta quarta (23), publicou uma entrevista com o presidente Lula, feita em Nova Iorque, onde ele afirma que acha “impossível subir em palanque duplo no Rio”.

A afirmação foi publicada na página 3, a partir de um conversa do colunista Bruno Astuto com o presidente Lula.

Perguntado sobre a sucessão estadual do Rio em 2010 e se poderia haver dois palanques, o presidente disse que “acho que vai ser impossível subir em palanque duplo no Rio. Até porque não dá para subir com o (Sérgio) Cabral e com o Lindberg (Farias), que não vai dar certo, vai ter vaia. Teremos que compor e achar uma saída. Não vai ser como em Pernambuco, na eleição de 2006, quando eu subi em dois palanques e mostrei ao povo as opções (os então candidatos a governador, Eduardo Campos, do PSB, e Humberto Costa, do PT). No Rio isso não vai ser possível”.

Lula disse ainda que não se deve “desprezar as forças conservadoras. Você não sabe, por exemplo, qual será o grupo do César Maia e não sabe como o Gabeira vai se comportar. Também temos o Garotinho. Por isso, temos que priorizar um representante do povo do Rio e achar uma saída”.

O prefeito de Nova Iguaçu, Lindberg Farias, quer a candidatura a governador em 2010, porém a decisão ainda não foi tomada pela direção do PT. Caso não consiga a vaga, Lindberg poderá ter uma das duas vagas para o Senado Federal.

Entre os partidos que não compõem a base do governo Lula, o PSDB já iniciou conversas e pode lançar candidato próprio ou apoiar o verde Fernando Gabeira. Cesar Maia, do DEM, e Denise Frossard, do PPS, ainda não decidiram a que cargos concorrerão.

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Aconteceu hoje - 1936 - Dia da Olga

Olga, presa no Rio, após interrogatório


Olga Benário, judia alemã e militante comunista, 28 anos, grávida de 7 meses, é entregue à Gestapo nazista em meio à onda repressiva pós-1935. Terá a filha Anita Leocádia em um cárcere alemão e morrerá, na câmara de gás, em 1942.

PCdoB-Campos elege nova executiva municipal

O PCdoB-Campos escolheu na noite de ontem seu novo secretariado, em sua sede na Avenida 28 de Março, nos altos da Terapêutica, próximo ao ISEPAM, ou seja, elegeu a nova executiva municipal.

Os nomes escolhidos foram:

Professora Odete Rocha - Presidente;

Professor Marcelo Soares - Vice-Presidente;

Fernando Crespo - Secretario de Organização;

Moisés Gonçalves - Secretario de Finanças;

Tatiana Rangel- Secretaria de Comunicação.

Não estão na executiva, mas receberam designações:

Cristini Marcelino(Diretora do Sepe)- Secretaria Sindical;

Elizabeth Rosário(Responsável pela UBM) - Secretaria de Movimentos Populares.

Saudações a todos!

Professor Marcelo Soares,

com adaptações.

Campos está de luto

A nossa cidade está de luto com a morte prematura do vereador do PT Renato Barbosa. Nós do PCdoB e da CTB estamos todos tristes com o ocorrido e nos mostramos solidários com a família e companheiros de luta. Campos perde um exemplo de voz atuante nos dois mandatos dos quais esteve à frente. Sempre estará presente em nossas mentes como um político marcante e que lutava por melhorias para todos. Só temos a pedir a Deus nesse momento, que conforte seus familiares e companheiros e que receba este filho ilustre de nossa terra! Descanse em paz Renato Barbosa...

Morre Renato Barbosa

O PC do B-Campos lamenta e se solidariza com a família e companheiros de luta do Vereador Renato Barbosa, que deixa esposa e três filhos e morreu nesta manhã num acidente na BR 101, entre Campos e Macaé.
Parlamentar atuante em seu primeiro mandato, e atualmente lutava por melhorias na educação pública, mais especificamente pelas eleições diretas nas escolas públicas municipais.

O Companheiro Renato sempre será lembrado entre nós.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Mobilidade urbana e o transporte público

A mobilidade urbana é uma questão cada vez mais preocupante tanto nas cidades de grande porte, como nas cidades médias de nosso país, em nossa Campos não é diferente. Nos horários de pico, mas não somente, é cansativo e irritante trafegar por nossa cidade. O número de veículos aumentou sem que qualquer planejamento para acompanhar a atual demanda fosse realizado. Uma questão que deveria ser tratada com seriedade pelo poder público municipal.



Toda essa questão passa por vários pontos, como a educação no trânsito por parte do condutor, o transporte coletivo, a manutenção das ruas e avenidas.



Em meio a tudo isso, o primeiro passo é delimitar as prioridades, começando pelo mais simples, realizando a manutenção da sinalização vertical e horizontal, reformando nossas ciclovias e analisando a possibilidade técnica de implantação em outras vias, realizando uma séria campanha de conscientização do respeito às regras de trânsito, antes de sair adotando medidas drásticas. E claro, educando para o trânsito desde pequeno, dentro das escolas.



Devemos desenvolver estudos com especialistas a fim de determinar os rumos a serem tomados. Entre esses estudos um dos pontos de maior relevância, se não for o de maior, é o transporte coletivo, que há muito vem sendo tratado com descaso. Antes de tudo saber a real demanda, para assim reorganizar as linhas de ônibus, e então licitá-las, como diz nossa Constituição Federal de 1988 no artigo 175 e A Lei nº 8.987, de 13.02.1995, pois se trata de prestação de serviço público.



O tão falado transporte público de qualidade não será implantado burlando leis, utilizando carteirinhas, fazendo com que as pessoas sejam humilhadas horas e horas nas filas, mas sim cumprindo com as normas, licitando as linhas, oferecendo transporte de acordo com a demanda, e para isso são necessários estudos, a fim de implantar uma frota renovada, um sistema inteligente com terminais em pontos estratégicos, incentivando a população a utilizar o transporte coletivo. E, além disso, propor “novas” alternativas, como a ligação entre as margens da cidade, do distrito-sede para a Baixada Campista e para o Norte do município através da linha férrea.


Sem achismos e fisiologismos com projetos inviáveis!


Desta forma, abrangeríamos também a questão do meio-ambiente ao incentivar o uso das bicicletas, com a expansão das ciclovias, e propondo ao setor do transporte coletivo a utilização dos biocombustíveis, uma das vocações de nossa região.



É uma questão complexa, que deve ser pensada em conjunto a partir da visão social, do meio ambiente, da mobilidade urbana, mas é viável, desde que planejada com responsabilidade e consciência de políticas voltadas para o benefício do coletivo.

Popularidade de Lula sobe para 81% e votos de Serra caem 4 pontos

eleiçEnquanto a grande imprensa tenta desesperadamente carimbar a pesquisa CNI/Ibope como uma má notícia para o bloco governista, os números mostram que é a oposição quem deveria se preocupar com os resultados. A pesquisa não apenas mostra que a popularidade do governo Lula continua nas alturas, com a aprovação ao presidente alcançando 81%, como também mostra que o principal candidato da direita, José Serra (PSDB), perdeu intenções de voto, caindo de 38 para 34% dos votos.


A pesquisa revela ainda que, na cabeça do eleitor, não está consolidada a identidade dos candidatos com os programas que eles representam. Esse dado fica evidente no contraste entre a aprovação do governo (69%) e a intenção de voto da candidata Dilma Rousseff (18 a 14%) que representa a continuidade deste governo. A oposição também não consegue mostrar-se como alternativa programática, já que quando seu candidato preferencial (José Serra) é substituído pelo também tucano Aécio Neves, as intenções de voto da oposição de direita despencam de 34 para 12%.


Avaliação positiva

Segundo a pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta terça-feira, a avaliação do governo Lula oscilou positivamente e retornou ao mesmo patamar de setembro do ano passado, o segundo melhor resultado de toda a série realizada desde a posse do presidente, em 2003.

A avaliação positiva do governo subiu de 68% em junho para 69% em setembro. 22% avaliam o governo Lula como regular, e 9% como ruim ou péssimo.

A aprovação do presidente Lula (a pergunta é: você aprova ou desaprova a maneira como o presidente Lula está governando o Brasil?) também aumentou, subiu de 80% em junho para 81% em setembro. No Nordeste, chega a 90%. O índice dos que desaprovam a forma de Lula governar foi de 16% em junho para 17% agora.

A pesquisa CNI/Ibope também traz um índice que mede o grau de confiança da população no presidente da República. Os entrevistados são questionados se confiam ou não no presidente. Os que confiam foram 76% tanto agora quanto em junho. Já os que não confiam passou de 21% em junho para 22% em setembro.

A nota média de Lula em setembro foi de 7,6, contra 7,5 recebida pelo petista em junho deste ano.

Na comparação entre o primeiro e o segundo mandatos do presidente, 44% consideram em setembro que o segundo é melhor que o anterior. Outros 40% consideram igual, e 14% dizem que o segundo é pior que o primeiro. Os índices foram similares a junho deste ano.


Cenários para 2010: Ciro sobe, Serra e Dilma descem

No capítulo sobre as eleições de 2010, a pesquisa CNI/Ibope testou seis cenários de candidaturas a presidente, alternando para cada simulação os nomes mais cotados do PSDB, o governador de São Paulo, José Serra, e o governador de Minas Gerais, Aécio Neves. Em quatro deles, foi incluído pela primeira vez o nome da senadora Marina Silva, que aparece com intenções de voto entre 6% e 11%.

Em apenas dois cenários, nos quais Marina não aparece, é possível fazer a comparação com a pesquisa anterior. Nestas duas simulações, Serra ee Dilma registram queda nas intenções de voto. O tucano recua quatro pontos percentuais e Dilma recua de três a quatro pontos, dependendo do nome do candidato do PSDB. A pesquisa aponta crescimento das intenções de voto do deputado federal Ciro Gomes e da vereadora e ex-senadora Heloísa Helena.Veja os dados abaixo:


Lista 1

* José Serra – 34% (Eram 38% em junho).

* Ciro Gomes – 17% (Eram 12% em junho).

* Dilma Rousseff – 15% (Eram 18% em junho).

* Heloísa Helena – 10% (Eram 7% em junho).

* Não sabe – 10% (Eram 12% em junho).


Lista 2

* Ciro Gomes – 27% (Eram 22% em junho).

* Dilma Rousseff – 17% (Eram 21% em junho).

* Aécio Neves – 12% (Eram 12% em junho).

* Heloísa Helena – 13% (Eram 11% em junho).

* Não sabe – 12% (Eram 15% em junho).

Nos cenários em que a provável candidata do PV aparece, Serra continua liderando quando seu nome é incluído, mas com margem menor de vantagem sobre os adversários. Quando Aécio é o candidato tucano, Ciro Gomes passa a liderar a disputa.


Veja os números:

Lista 3 (com Serra e Heloisa)

* José Serra – 34%

* Dilma Rousseff – 14%

* Ciro Gomes – 14%

* Heloísa Helena – 8%

* Marina Silva – 6%

* Não sabe – 10%


Lista 3 (com Aécio e Heloisa)

* Ciro Gomes – 25%

* Dilma Rousseff – 16%

* Aécio Neves – 12%

* Heloísa Helena – 11%

* Marina Silva – 8%

* Não sabe – 12%


Lista 5 (com Serra e Sem Heloisa)

* José Serra – 35%

* Ciro Gomes – 17%

* Dilma Rousseff – 15%

* Marina Silva – 8%

* Não sabe – 10%


Lista 6 (com Aécio e Sem Heloisa)

* Ciro Gomes – 28%

* Dilma Rousseff – 18%

* Aécio Neves – 13%

* Marina Silva – 11%

* Não sabe – 12%


Educação em alta, desemprego em baixa

No capítulo da pesquisa que aborda áreas específicas de atuação, todos os nove itens investigados registram melhora da avaliação do governo. Os aumentos mais expressivos ocorrem no combate à fome e à pobreza, na área do meio ambiente, na educação e no combate ao desemprego.

A área com a maior melhora do governo foi a educação. A aprovação da atuação do governo na área subiu dez pontos percentuais e agora é de 69%.

Pela primeira vez este ano, cai para menos da metade da população o percentual dos que acreditam que o desemprego irá aumentar. Um recuo até março, mostra como essa mudança de perspectiva em relação ao desemprego é expressiva. Há seis meses, 68% acreditavam que o desemprego “aumentaria muito” ou “aumentaria” e apenas 13% apostavam no aumento da oferta de empregos. Nesse intervalo, houve uma queda notável de 28 pontos percentuais na perspectiva de piora do mercado de trabalho. Hoje, para 40% dos brasileiros, o desemprego “aumentará muito” ou “aumentará”, enquanto 25% acreditam no aumento da oferta de empregos. Outros 30% acreditam que o emprego se manterá nos níveis atuais. No
intervalo entre junho e setembro, os movimentos se mantiveram expressivos.

Os itens que ainda são desaprovados pela maioria da população: juros, impostos, saúde e segurança pública.


Pré-sal é a notícia mais lembrada

Entre as notícias mais lembradas pelos entrevistados, a que aparece em primeiro lugar é o anúncio do marco regulatório do pré-sal. Segundo a pesquisa, 16% disseram lembrar dessa informação. Em seguida, aparece a crise do Senado Federal (15%) e a compra de caças pela FAB, a Força Aérea Brasileira (11%).

Questionados especificamente sobre o pré-sal, 59% dos entrevistados dizem que já ouviram falar da exploração do petróleo na camada pré-sal. Outros 39% dizem que nunca ouviram falar.

Segundo a pesquisa, baixou de 78%, na pesquisa anterior, para 71% aqueles que consideram a crise econômica mundial muito grave. Ainda segundo o Ibope, 52% dos entrevistados dizem que o governo teve uma atuação positiva no combate à crise.

Mais de metade dos entrevistados (59%) acha que a saúde deve estar entre as áreas prioritárias para o próximo presidente. Em seguida, estão educação (44%), empregos (35%) e segurança (30%).

A pesquisa da Confederação Nacional da Indústria, feita pelo Ibope, ouviu 2002 pessoas entre 11 a 14 de setembro em 142 municípios. A margem de erro é de dois pontos, para mais ou para menos e grau de confiança de 95%. A Pesquisa CNI-Ibope é realizada trimestralmente para avaliar o desempenho da administração federal.. Chama atenção o fato da pesquisa ter sido divulgada apenas 8 dias depois de finalizada, um prazo bastante elevado se comparado com pesquisas anteriores, que eram divulgadas com dois ou no máximo três dias após sua conclusão.

Clique aqui para baixar a íntegra da pesquisa: CNI-Ibope 2009/09 (PDF - 1880kb)

Da redação,
com agências

domingo, 20 de setembro de 2009

Desenvolvimento (II)


“Sem educação não há desenvolvimento. E o desenvolvimento do Brasil passa pelo Norte Fluminense.”


Marcos Oliveira, Secretário Estadual de Informação

Aconteceu hoje - 1919 - Dia do Spártacus


A polícia apreende o jornal operário Spártacus. O nome do semanário, recém-fundado no Rio, foi tomado do chefe da grande rebelião de escravos da Roma antiga, 2 mil anos atrás. Voltara à cena social em 1915, graças aos espartaquistas, revolucionários internacionalistas alemães como Rosa Luxemburg.

sábado, 19 de setembro de 2009

Notícias da CTB

16/09/2009

Trabalhadores da educação vão a Brasília em defesa do piso nacional


Cerca de mil profissionais da educação, provenientes de todas as regiões do país, lotaram o auditório Petrônio Portella da Câmara Federal nesta quarta-feira (16) numa vigorosa manifestação pela efetiva aplicação do piso nacional do magistério público na educação básica. Parlamentares de diferentes partidos compareceram e expressaram apoio aos educadores.

Muitos governadores se negam a pagar o piso e seis estados (de SP, RS, MG, MT, CE e ES) impetraram uma ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) no STF (Supremo Tribunal Federal) contestando a Lei número 11.738/08, que instituiu o benefício. Depois do ato no Congresso, os trabalhadores saíram em passeata até a sede do STF, onde solicitaram uma audiência com o ministro Gilmar Mendes para defender o piso.


CTB solidária

O secretário de Políticas Sindicais e Relações Institucionais da CTB, Joílson Cardoso, acompanhou o ato e fez um pronunciamento solidário com os trabalhadores e trabalhadoras. A professora Raquel Guisoni, dirigente da CTB e vice-presidente da CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação) também esteve presente.“Os profissionais da educação também estão reclamando do fato de que alguns estados decidiram pagar o piso, mas não o reajustaram, conforme prevê a lei”, explicou Joílson Cardoso. Na opinião do dirigente da CTB “é fundamental respeitar o piso, pois a valorização dos educadores é um pressuposto para melhorar a qualidade do ensino”.Educação e desenvolvimento.“A educação tem uma importância estratégica para o desenvolvimento nacional”, sustentou Cardoso, acrescentando que o Brasil “investe muito pouco na área, apenas 3.5% do PIB, e precisa agir com ousadia para superar o atraso”. Ele também reafirmou a posição da Central em defesa de reformas estruturais e elogiou a intenção do governo de destinar parte dos lucros do pré-sal para a educação. “É verba carimbada, que no nosso entendimento também deve ser destinada à seguridade social. Quanto à educação temos a convicção de que o Brasil não vai avançar no sentido de um desenvolvimento com justiça social e valorização do trabalho sem reestruturar o sistema educacional”.


Reforma educacional

Reproduzimos abaixo texto da CTB que defende uma reforma educacional no país, elaborado para o debate do 2º Congresso da Central, que será realizado em São Paulo na próxima semana (dias 24 a 26 de setembro): “A necessidade de uma reforma educacional progressista, ancorada no ensino laico, público e gratuito, não deve ser postergada. A educação desempenha um papel estratégico insubstituível no desenvolvimento das nações nos planos econômicos, político e ideológico. Reconhecendo este papel, o projeto do movimento sindical para a nação deve intensificar a histórica luta pela educação pública e gratuita, laica e de boa qualidade em todos os níveis, combatendo a transformação da educação em mercadoria e batalhando também pela criação do Sistema Nacional de Educação, implementação e aperfeiçoamento do Plano Nacional de Educação, assim como por medidas específicas que visem a elevação do grau de escolaridade do povo brasileiro, em especial da classe trabalhadora, em curto e médio prazo. Neste sentido, cabe destacar a proposta da CTB de destinar parte da jornada remunerada do trabalhador para atividades associadas à educação e formação, a exemplo do revolucionário projeto das 150 horas anuais adotado na Itália em 1973. “A educação e, especialmente, os investimentos em ciência, pesquisa e tecnologia, vão determinar o padrão relativo da produtividade do trabalho nacional e serão fundamentais para atualizar o aparelho produtivo, capacitando-o a acompanhar os avanços dos países que estão na fronteira do progresso técnico. O novo modelo de desenvolvimento deve promover a produção de bens e serviços de maior valor agregado e alto conteúdo tecnológico, o que não ocorrerá sem um sensível aumento dos investimentos (estatais, principalmente) em educação, ciência, tecnologia e pesquisas. O crescimento das forças produtivas na atualidade pressupõe, a cada dia mais, o desenvolvimento de sua componente mais dinâmica, a força de trabalho ou, em outras palavras, o desenvolvimento intelectual e espiritual do ser humano. A CTB está convencida de que a valorização dos profissionais da educação é também uma condição para avançar na direção de uma educação de qualidade, compreendendo melhores condições de trabalho e salários, além de implantação imediata do Piso Salarial Profissional para o magistério da educação básica, que foi aprovado por unanimidade no Congresso Nacional.“A Conferência Nacional da Educação, convocada para 2010, será um marco histórico para a educação brasileira. Pela primeira vez a sociedade brasileira terá um espaço democrático de participação na construção de políticas públicas. Também é a primeira vez que o Estado brasileiro, em caráter institucional, convoca uma atividade desse porte. O tema da CONAE, “Construindo um Sistema Nacional Articulado de Educação: Plano Nacional de Educação, suas diretrizes e estratégias de ação”, objetiva o estabelecimento de bases teóricas para a construção de um novo PNE, que substituirá o que está em vigor, a partir de 2011. Será uma oportunidade ímpar de promover um debate nacional e representativo, capaz de viabilizar a criação de um verdadeiro sistema nacional articulado de educação - bandeira histórica do movimento progressista nacional - baseado na defesa da educação como direito de todos, um bem público e um dever do Estado, que deve garantir a regulamentação do setor privado a fim de combater a mercantilização e a desnacionalização da educação em nosso País. É indispensável a participação da CTB nesse processo.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Desenvolvimento






"Não se trata de um projeto personalista, e sim um projeto sério de desenvolvimento do PCdoB".



Professora Odete, presidente do PCdoB-Campos

Exemplo


“Venho a Campos há 15 anos e nunca presenciei tamanho crescimento do PCdoB em todo o interior do estado. Acredito que nosso partido dará o exemplo para Campos, região e para o estado do Rio de Janeiro.”



Marcos Oliveira, Secretário Estadual de Informação

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

E as universidades?

Bem lembrado pelo Professor Marcelo Soares, vice-presidente do PCdoB-Campos, quando chama a atenção para a participação das universidades na etapa regional da Conferência Nacional de Educação (CONAE), como forma de aproximação da comunidade. Especialmente IFF e UENF e por que não UFF, em processo de expansão.


Somos conscientes da relevância destas instituições de ensino para a região, das pesquisas científicas desenvolvidas. E por isso a participação das mesmas se faz importante em processos como esse, propondo para e com a comunidade, já que não participaram somente profissionais da educação, mas também representantes de pais dos alunos.

Informativos da rede municipal de ensino

As aulas dos alunos da educação infantil e da creche serão retomadas na próxima segunda-feira, após terem sido adiadas devido à pandemia da gripe suína.
As crianças continuavam de férias por medida preventiva contra o vírus influenza, transmissor da Gripe A (H1N1).

Informativos do Sepe

Abaixo o calendário para a rede estadual até o início de outubro:

. Dia 19 de setembro: Plenária dos profissionais de 40 horas, no Sepe (Rua Evaristo da Veiga 55 – 7º andar)

. Dia 20 de setembro: Panfletagem e ato na entrada da Bienal do Livro, no Riocentro, a partir das 12h.
. Dia 05 de outubro: Paralisação de 24 horas com ato e vigília na SEPLAG Vigília e ato na Seplag, a partir das 10h, para acompanhar a audiência do Sepe com o secretário de Planejamento Sérgio Ruy. Às 14h, assembléia geral no auditório da ABI (Rua Araújo Porto Alegre 71 – 9º andar)
. Dia 6 de outubro: Assembléia dos Animadores Culturais. Local: auditório do Sepe, às 10h.

14ª Conferência Municipal do PCdoB - Campos


O PCdoB-Campos realizou sua 14ª Conferência Municipal no Sindicato dos Trabalhadores Rurais, neste último sábado, 12. A reunião foi aberta pela presidente do partido, Professora Odete Rocha, convidando os demais componentes da mesa, os membros da Direção Estadual do PCdoB, Weverton Lima, Secretário Estadual de Comunicação e Marcos Oliveira, Secretário Estadual de Informação, além do vice-presidente do PCdoB-Campos, Professor Marcelo Soares.


Logo após, o Weverton Lima abordou as Teses do 12º Congresso Nacional do PCdoB, processo do qual fazem parte as reuniões de base e conferências. Assim, colocou em pauta a importância do programa socialista para o país.


Em seguida, o Secretário Estadual de Informação, Marcos Oliveira, ressaltou a questão de o Norte Fluminense ser fundamental para o país, pois aqui está o maior pólo petrolífero do Brasil, além de vocações regionais como a bioenergia, através do etanol e da cana-de-açúcar. Foi enfático ao dizer que vem a Campos há 15 anos e nunca presenciou tamanho crescimento do PCdoB em todo o interior do estado. E a população campista reconhece o trabalho do PCdoB, pois nas últimas eleições o povo mostrou que não quer lado A ou lado B. Querem um novo caminho.


O vice-presidente do PCdoB - Campos, Professor Marcelo Soares, chamou a atenção para a grande ampliação das bases do partido conquistada no último biênio. Conquistada graças a estudo e união.


Algumas lideranças como representantes da Juventude, o Secretário Municipal de Organização, Fernando Crespo, a candidata a vereadora nas eleições passadas, Izabel Pimentel, o coordenador do Sepe, Edson Braga, entre outros, utilizaram o direito a voz, falando sobre suas participações dentro do partido, sobre o crescimento do mesmo e o processo que levou a este ponto.


No Final a Presidente do Comitê Municipal para o biênio 2009-2011, Professora Odete Rocha, conduziu sua primeira reunião do biênio.

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

PCdoB elege delegados para a Conferência Estadual de Educação



O PCdoB-Campos, defensor do desenvolvimento através da educação pública de qualidade, esteve presente na Conferência Municipal de Educação, que faz parte do CONAE (Conferência Nacional de Educação).


A presidente do partido, Professora Odete Rocha e o vice-presidente Professor Marcelo Soares, junto a dirigentes do Sepe, como o coordenador Edson Braga marcaram presença, propondo políticas para a melhoria da educação em nosso município, consequentemente para nosso estado e país.


Já na 1ª Conferência Intermunicipal de Educação, ocorrida ontem no Teatro Municipal Trianon, dando continuidade a Conferência Nacional de Educação, os militantes do PCdoB tiveram atuação decisiva, elegendo delegados, representantes do pólo de Campos na Conferência Estadual de Educação, que ocorrerá em novembro.