terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Faleceu José Gutman, herói de 1935

"Camaradas

Cumpro o doloroso dever de comunicar que hoje, às 18:00 h, faleceu José Gutman, 95 anos de idade, herói da revolução de 1935. Exemplo de lucidez, de vida digna, de sabedoria política.
Zé: você não morre, você fica invisível, você permanece no coração e nas mentes dos verdadeiros comunistas. Um beijo carinhoso do sobrinho Fernando Gutman".

Prefeitura Municipal de SJB oferece 445 vagas em concurso público

Estão abertas até 06/01/2010 as inscrições para o concurso público para provimento de vagas do nível fundamental ao superior, na área da educação, no município de São João da Barra. As incrições são exclusivamente presenciais, na CIEP Municipalizado Cladys Teixeira, na Rua Barão de Barcelos, 295, Centro de São João da Barra. Maiores informações na página da organizadora: FUNRIO Concursos.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Boas Festas!


quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Ministro Orlando Silva diz que corte no orçamento pode prejudicar Olimpíadas


A redução da parcela do Orçamento de 2010 destinada ao Ministério do Esporte poderá prejudicar a preparação para os Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro. Segundo o ministro Orlando Silva, o orçamento da pasta foi quase “zerado”.
Silva disse que a proposta orçamentária enviada pelo governo ao Congresso Nacional destinava R$ 200 milhões a obras de infraestrutura esportiva e que parte dos recursos iria para projetos relativos aos jogos de 2016. De acordo com o ministro, o total desses recursos caiu para R$ 8 milhões.
“Fiquei frustrado com a votação do Orçamento 2010 porque, aos 47 minutos do segundo tempo, o Congresso Nacional retirou cerca de R$ 200 milhões que seriam investidos em infraestrutura esportiva e na preparação de atletas para Jogos Olímpicos de 2012 e de 2016”, afirmou Silva.
O Orçamento 2010 foi votado na madrugada de hoje (23), depois de um acordo feito entre governo e oposição para retirar emendas do relator e alocar como emendas de bancada.
O ministro informou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deverá se reunir em janeiro com os governadores das cidades-sede da Copa de 2014 para assinar contratos garantindo investimentos em mobilidade urbana. Estão previstos investimentos de R$ 13 bilhões – R$ 8 bilhões financiados pelo governo federal e o restante, R$ 5 bilhões, em contrapartida das cidades ou dos estados.
Orlando Silva também mostrou preocupação com a notícia de que o consórcio francês que financia parte das obras do veículo leve sobre trilhos (VLT) de Brasília quer rever o contrato de financiamento. Ele disse que vai procurar o governo do Distrito Federal (GDF) para saber as providências que serão tomadas quanto a esse pedido.“Eu imagino que todos os compromissos firmados pelo GDF sejam honrados. Até porque não existiu Copa do Mundo, desde 1930, na qual a capital do país-sede não participasse, e não participasse com destaque, e não será no Brasil que isso vai acontecer”, afirmou.
O ministro adiantou que em março deverá ser constituída a Autoridade Pública Olímpica, uma espécie de comitê que ficará responsável pelo gerenciamento de todas as ações relativas às Olimpíadas de 2016. O comitê terá a participação de representantes dos governo federal, estadual e municipal do Rio de Janeiro.
Fonte: Portal Vermelho

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

A importância do diálogo

Essa semana conversando com um taxista, este disse que a maior parte da categoria se coloca contrária a determinação do poder público municipal de padronização dos veículos com faixa lateral. Muitos profissionais, para complementar a renda familiar, também utilizam seus veículos para transporte de noivas, debutantes, viagens de empresários, situações que exigem um carro discreto. Portando, a maior parte da categoria é a favor de padronização somente da cor do veículo, sem qualquer faixa lateral, já que segundo a categoria uma simples faixa com código de identificação, que pode ser fabricada numa copiadora ou gráfica, não gera o controle dos taxis piratas, já que não há fiscalização. Ainda segundo o taxista uma opção, de fato bem mais prática e objetiva, seria um adesivo no painel do carro com código do ponto e veículo, pois no caso de aproximação de uma blitz, os policiais, a guarda municipal, já saberiam pelo código qual o ponto daquele veículo. A categoria já tentou diálogo com o poder público municipal, que se recusa atendê-los.

Somente após conversar com a classe pude enxergar tal fato. Esta é a importância do diálogo com a população, com a classe operária. Afinal, questões que dizem respeito a determinado grupo, devem ser discutidas com o mesmo e não decididas de maneira personalista e autoritária, pois o grupo conhece a real necessidade. Por isso o PCdoB defende o diálogo, a aproximação da população com a gestão através de conselhos, como os de bairros, mas estes devem ser coerentes, devem funcionar e possuir realmente a participação popular.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Prêmio Bertha Lutz

Anunciados os nomes agraciados com prêmio Bertha Lutz
O Conselho do Diploma Mulher-Cidadã Bertha Lutz escolheu, esta semana, as cinco mulheres a serem agraciadas com o diploma na 9ª edição do prêmio. O diploma é concedido anualmente pelo Senado Federal a cinco personalidades femininas que tenham se destacado por atividades que promovam os direitos e a valorização da mulher. Entre as homenageadas estão a cantora Leci Brandão e a líder do movimento social Augusta Tibiriça.O senador Inácio Arruda (PCdoB-CE), que faz parte do Conselho, diz que o reconhecimento dessas personalidades pelo Senado estimula a participação feminina na vida pública e confirma a tendência do Brasil de valorizar a mulher na política.Nesta edição foram contempladas a presidente do Movimento em Defesa da Economia Nacional (Modecon), Maria Augusta Tibiriçá; a cantora Leci Brandão; a prefeita de Salgueiro (PE), Cleuza Pereira do Nascimento; a conselheira do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), Andréa Pachá; e a engenheira Clara Perelberg Steinberg. Também serão homenageadas, in memoriam, a ex-primeira dama do Paraná, Fani Lerner, e, com menção honrosa, a escritora Maria Lygia de Borges Garcia.Dentre as agraciadas, vale destacar a trajetória de Maria Augusta Tibiriçá. Nascida em 1917, em São Paulo, começou aos dez anos de idade dedicando-se à campanha contra a hanseníase, promovida por Alice Tibiriçá, sua mãe. Viveu a agitação política da redemocratização do Brasil nos anos 40, participando também da criação da Federação das Mulheres do Brasil. A partir de 1948 empenhou-se ativamente da campanha “O petróleo é nosso”, em prol do monopólio estatal. Junto com o jornalista Barbosa Lima Sobrinho, fundou o Movimento em Defesa da Economia Nacional (MODECON), do qual já foi presidente e hoje é coordenadora. Pela sua atuação nos movimentos nacionalistas, ela sofreu coações e prisões na ditadura de 1964. Já Leci Brandão, nascida no Rio de Janeiro, é cantora e compositora. Filiada ao PCdoB, com carreira consolidada ao longo de mais de 40 anos de atuação, lançou 22 discos de carreira. É integrante do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial (CNPIR), órgão vinculado à Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), do governo federal. Além de prêmios em reconhecimento por sua atuação como porta-voz dos diferentes grupos marginalizados, na luta pela transformação social no Brasil, Leci tem estado engajada, desde o início de sua carreira, nos diferentes temas: negros, mulheres, população LGBT, indígenas, professores e trabalhadores de diferentes tipos, população encarcerada, dando expressão nacional a suas lutas. Bertha Maria Júlia Lutz, que empresta o nome ao prêmio, nascida em São Paulo, em 2 de agosto de 1894, liderou a luta pelos direitos políticos das mulheres brasileiras, tendo grande participação na aprovação da legislação que garantiu os direitos políticos às mulheres, entre os quais o de votar e o de ser votada. Da sucursal de Brasília

Aécio e a presidência

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Fundação Ceperj divulga PIB dos municípios fluminenses

O Produto Interno Bruto – PIB de 2007 do Estado do Rio de Janeiro alcançou R$ 296,8 bilhões, com taxa de crescimento de 3,6% em relação a 2006, sendo o segundo do país, com participação de 11,2%. Já o PIB per capita fluminense do mesmo ano ficou em terceiro lugar, correspondendo a R$ 19.245, inferior apenas ao de São Paulo (R$ 22.667) e ao do Distrito Federal (R$ 40.696). Os cálculos do IBGE tiveram a parceria de órgãos estaduais de estatística, dos quais faz parte a Fundação Ceperj (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro).
A Ceperj explica que a taxa de 3,6% do Estado do Rio foi menor que o crescimento do PIB nacional, que atingiu 6,1%, devido ao fraco desempenho da indústria extrativa mineral (petróleo e gás), segmento dos mais expressivos da economia estadual e que apresentou queda de 2,6% em 2007. As causas dessa retração foram a paralisação da produção para manutenção das plataformas de petróleo e a desvalorização cambial ocorrida no período 2007/2006.
Por sua vez, a indústria de transformação cresceu 2,9%, fruto do desempenho positivo de oito dos 12 ramos industriais investigados, com destaque para as atividades veículos automotores (23,8%), borracha e plástico (13,9%), metalurgia básica (12,7%), perfumaria (10,7%), produtos químicos (9,0%), bebidas (6,1%), edição (5,1%) e minerais não metálicos (4,1%). Entre os setores que apresentaram queda, os de maiores impactos foram: farmacêutica (-15.2%), têxtil (-10,4%) e alimentos (-0,6%).
O SIUP - Serviços Industriais de Utilidade Pública (energia elétrica, água/esgoto, limpeza urbana e gás) e a Construção Civil, que integram o setor industrial, registraram queda de 0,14% e crescimento de 4,9%, respectivamente.
Quanto ao setor de Serviços, a Fundação Ceperj constatou um crescimento de 4,9% na comparação com o mesmo período do ano anterior. Os maiores destaque foram para intermediação financeira e seguros (11,7%); comércio e manutenção (7,2%); serviços prestados às famílias (7,1%); serviços de informação (5,7%); seguidos por alojamento e alimentação (5,7%); transporte, armazenagens e correio; e serviços prestados às empresas (5.6% cada). Os outros subsetores tiveram os seguintes desempenhos: atividades imobiliárias (3,8%) e administração, saúde e educação pública (2,3%).
A agropecuária, responsável por 0,4% do PIB do Estado apresentou, em 2007, taxa de variação negativa (-15,4%), em função principalmente dos resultados do setor agrícola e da pecuária, que apresentaram quedas em seu valor adicionado (-28,4%) e (-2,9%), respectivamente. Entre os principais produtos agrícolas com queda no índice de volume destacaram-se cana-de-açúcar (-20,8%) e cítricos (-7,4%). Na pecuária, os destaques negativos foram a criação de aves (-11,5%) e criação de bovinos (-2,9%).
Quanto à distribuição regional da atividade econômica não se observou alteração nos principais postos entre 2006 e 2007. Assim, a Região Metropolitana continuou a ter participação preponderante, com 66,9% em 2006 e 69,2% em 2007. As outras Regiões mais importantes foram Norte Fluminense (12,4% em 2006 e 10,8% em 2007), Baixadas Litorâneas (7,1% e 6,0%), Médio Paraíba (6,0% em 2006 e 2007) e Serrana (3,4% em 2006 e 2007). Vale registrar que nas Regiões Norte Fluminense e Baixadas Litorâneas a atividade de extração de petróleo e gás assume grande destaque.
Em relação ao desempenho municipal, as maiores participações no PIB foram do Rio de Janeiro (46,5% em 2006 e 47,0% em 2007), Duque de Caxias (8,1% e 9,5%), Campos dos Goytacazes (8,4% e 7,0%), Niterói (2,7% e 3,0%) e São Gonçalo (2,5% em 2006 e 2007). Técnicos da Fundação Ceperj chamam a atenção para Duque de Caxias que passou do terceiro para o segundo lugar, trocando de posição com Campos dos Goytacazes, e retomando assim o segundo posto, que detinha desde 2002.
Em termos do PIB per capita, os principais municípios, em 2006 e 2007, foram Quissamã, Porto Real, Rio das Ostras, Campos dos Goytacazes e Armação dos Búzios. Cabe lembrar que, no segundo município, encontra-se uma montadora de veículos, enquanto que nos demais ocorre a atividade de extração de petróleo.

Concurso Faetec libera cartão de inscrição dos candidatos

Já estão disponíveis no site Faetec, no link Concursos Faetec 2010, os Cartões de Confirmação de Inscrição (CCI) dos inscritos no concurso de acesso as vagas nos cursos das escolas da rede da Fundação de Apoio à Escola Técnica para o processo seletivo através de provas para o Ensino Técnico de Nível Médio Concomitante e Subsequente, Pós-Técnico Enfermagem do Trabalho e o vestibular para os Institutos Superiores de Tecnologia e de Educação. Nenhum cartão será entregue pelo Correio.
No CCI o candidato será informado sobre o local onde fará a prova, que acontecerá neste sábado (19/12), a partir das 13h. É obrigatório que todos os dados constantes no Cartão sejam conferidos: dados pessoais, nome, número, sigla do órgão expedidor e de estado emitente do documento de identificação, data de nascimento e sexo; o número de sua inscrição, a opção de unidade de ensino, curso, turno, local, data e hora da prova e demais informações, sendo de sua responsabilidade a veracidade das informações prestadas e opções declaradas, não sendo admitida contestação após o resultado final. Caso haja necessidade de correção, o candidato deve imediatamente comunicar a empresa organizadora do concurso pelo telefone 4063-6396.
Nenhum candidato fará a prova fora do dia, horário e local determinados no Cartão de Inscrição. No dia da prova o candidato deve chegar com antecedência mínima de uma hora do horário marcado e apresentar o original documento de identidade ou fotocópia devidamente autenticada, acompanhado do Cartão de Confirmação de Inscrição e caneta esferográfica preta ou azul.
No portal da Faetec, no link Manual, estão disponibilizadas orientações sobre os conteúdos das provas que serão aplicadas para os diferentes níveis, bem como a Matriz de Referência do Sistema Nacional de Avaliação da Educação Básica (SAEB) que orienta o processo de construção de provas.
O gabarito oficial será divulgado no site da Faetec, na segunda-feira, 21 de dezembro. E a classificação final será conhecida no dia 12 de janeiro de 2010. A matrícula dos classificados acontecerá nos dias 18 (para os classificados com nomes iniciados com as letras de A a L) e 19 de janeiro (para aqueles cujos nomes iniciem com letras de M a Z), na unidade escolar para a qual tenha sido aprovado.

Plano Estadual de Educação é aprovado na Alerj

Foi aprovado na noite desta terça-feira (15/12), em discussão única na Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), o projeto de lei 2.776/09, que cria o Plano Estadual de Educação (PEE/RJ). O documento faz um diagnóstico da Educação no Estado do Rio e traça mais de 100 metas para o setor nos próximos 10 anos. O teor do plano vinha sendo discutido desde 2007 por educadores e membros da sociedade civil, através de fóruns regionais e do Congresso Estadual de Educação, realizado no fim daquele ano. O texto será enviado ao governador Sérgio Cabral, que terá 15 dias úteis para sancionar ou vetar a proposta.
O plano abrange a Educação nos diferentes níveis: Infantil, Ensino Fundamental, Ensino Médio, Jovens e Adultos (EJA), a Distância e Tecnologias Educacionais, Especial, Indígena, Afro-Brasileira, Medidas Socioeducativas, Prisional, Profissional, Superior e também a Formação e Valorização dos Profissionais e o Financiamento da Educação.
Entre as metas estão, por exemplo: assegurar, em regime de colaboração com os municípios, no prazo de cinco anos, a universalização do atendimento à demanda da pré-escola (4 e 5 anos) e o crescimento da oferta de vagas em creches (0 a 3 anos); garantir, em dez anos, a oferta gradativa, na ordem de 10% a cada ano, do atendimento em tempo integral dos anos finais do Ensino Fundamental; implantar, em dez anos, o tempo integral no Ensino Médio em 10% das escolas da rede estadual, priorizando áreas com jovens em situação de risco, entre outras diretrizes.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Ceperj divulga gabarito do concurso do Detran

Os 60.516 candidatos que fizeram a prova do Detran-RJ no último domingo já podem conferir o número de acertos que tiveram no site do Ceperj. A partir de amanhã, é possível os inscritos entrarem com recurso caso discordem de respostas das questões. O prazo expira às 16h do dia 28 de dezembro.
O requerimento deverá ser redigido em formulário próprio disponível no site da organizadora, a Fundação Ceperj,
http://www.ceperj.rj.gov.br/. O recurso precisa ser feito por questão, com indicação precisa daquilo que o candidato julgue que foi prejudicado e estar devidamente fundamentado. O documento será entregue na sede da Ceperj, Avenida Carlos Peixoto, 54, térreo, Botafogo. O atendimento é de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h. Do total de inscritos na seleção, 16.912 faltaram a prova. A segunda fase do concurso consiste em estágio experimental e terá validade de dois anos.
São oferecidas ao todo 320 vagas: 185 para assistente técnico administrativo, 30 para assistente técnico de identificação civil, cinco para assistente técnico de informática e 100 para assistente técnico de trânsito. Todos os cargos exigem Nível Médio e têm salário de R$ 1.050, mais benefícios.

Acesse o site
http://www.ceperj.rj.gov.br/ e confira o gabarito.

domingo, 13 de dezembro de 2009

Concurso da Secretaria Estadual de Educação

A Secretaria Estadual de Educação abriu inscrições para concurso público, no Estado do Rio de Janeiro, destinado a selecionar 10 mil candidatos para professores Docente I nas disciplinas de Artes, Biologia, Educação Física, Filosofia, Física, Geografia, História, Português, Matemática, Química, Sociologia, Inglês e Espanhol. Serão oferecidas 6 mil vagas para provimento inicial e 4 mil vagas para serem usadas durante a vigência do concurso de acordo com necessidades pontuais. O salário inicial é de R$ 732,69 (setecentos e trinta e dois reais e sessenta e nove centavos). Os primeiros convocados já começarão a trabalhar a partir de março de 2010.

As inscrições vão até o dia 20 de dezembro e poderão ser feitas através do site da Fundação Ceperj - http://www.ceperj.rj.gov.br, na sua sede na Av. Carlos Peixoto nº 54, térreo, Botafogo, RJ ou nos postos de atendimento que serão disponibilizados por essa entidade. As Coordenadorias Regionais da Seeduc também receberão inscrições. A taxa será de R$ 35,00 (trinta e cinco reais) e a realização da prova está prevista para o dia 17 de janeiro de 2010.
Os critérios utilizados para a realização desse concurso resultaram de um trabalho inédito de mapeamento realizado pela Secretaria de Estado de Educação com o levantamento do número de profissionais por disciplina, região, coordenadoria e município. Essas iniciativas visam solucionar qualquer carência pontual para o próximo ano.

Estado decreta ponto facultativo nos dias 24 e 31 de dezembro

Decreto 42.174, publicado no Diário Oficial do dia 11 de outubro, dispõe sobre o expediente nas repartições públicas estaduais nos dias 24 e 31 de dezembro.
Segundo o decreto do governador, fica considerado facultativo o ponto nas repartições públicas estaduais nesses dias. O expediente, entretanto, será normal, sob a responsabilidade dos respectivos chefes, nas repartições cujas atividades não possam ser suspensas, em virtude de exigências técnicas ou por motivo de interesse público.

Mais de 60 mil candidatos fazem provas do Detran-RJ

A hora da verdade, para os 60.516 candidatos que compareceram às provas objetivas do primeiro concurso da história do Detran-RJ para cargos de Nível Médio, transcorreu com tranquilidade e segurança, no Rio e em mais sete municípios do interior. Os exames foram aplicados pela Fundação Ceperj (Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro), neste domingo (13/12), para assistente técnico administrativo, assistente técnico de identificação civil, assistente técnico de informática e assistente técnico de trânsito. Nesta terça-feira (15/12), quando for divulgado o gabarito oficial, todos poderão conhecer seus acertos e erros na página www.ceperj.rj.gov.br. E no dia 22 de janeiro de 2010, será publicada a relação final dos classificados que disputam as 320 vagas oferecidas.
Os exames, com quatro horas de duração, começaram pontualmente às 9h e foram realizados em 96 locais, no Rio e nos municípios de Niterói, Nova Iguaçu, Campos dos Goytacazes, Volta Redonda, Angra dos Reis, Teresópolis e Cabo Frio. Equipes da Ceperj, somando cerca de 4 mil profissionais (coordenadores, executores, itinerantes e fiscais) envolvidos na aplicação das provas, estavam preparadas para informar e orientar os candidatos e já tinham verificado todos os detalhes operacionais nas salas dos colégios estaduais e de universidades, desde sexta-feira (11/12).


Aqui em Campos tudo foi muito tranquilo assim como nos outros municípios.
Dos oito municípios onde foram aplicados os exames, o Rio de Janeiro concentrou 27.178 candidatos, em 34 locais. Nos 62 locais dos sete municípios do interior, estavam presentes 33.338 participantes.
A estrutura das provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, seguiu, criteriosamente, o conteúdo programático constante do edital. Ou seja, para os quatro cargos apresentou 60 questões do tipo múltipla escolha, com cinco alternativas, valendo um ponto cada uma, num total de 60. Para ser aprovado, o candidato terá de alcançar, no mínimo, 50% de acertos, ou seja, 30 dos 60 pontos, como especifica o quadro de provas, no Anexo IV do edital.
Os exames deste domingo, de caráter eliminatório e classificatório, constituem a primeira etapa do concurso público do Detran-RJ. Os candidatos aprovados e classificados nas provas objetivas, dentro das 320 vagas oferecidas, serão convocados para cumprirem o estágio experimental, a segunda etapa da seleção.

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

COVARDIA!

Estive hoje com trabalhadores rurais em Ururaí . Escutei histórias de vidas que ao mesmo tempo mostram como o nosso povo é forte e capaz de suportar tanto sofrimento e descaso e por outro lado deixam visíveis o quanto de covardia são capazes o que são donos dos empregos, dos salários , dos sonhos de dezenas de pessoas! Tem trabalhador que espera por seus direitos há mais de um ano. Trabalhador que teve que dar a sua televisão para pagar dívida armazém! Trabalhador que não recebe pelo trabalho que executou! Covarde o capitalismo ! Fiquei mais uma vez sentindo-me impotente diante de tantas histórias e esperanças perdidas! A imprensa foi chamada, e não apareceu! Insistentemente foram feitas várias ligações para jornais e emissoras de tv , e nada! Ele não puderam falar, foram calados e encurralados pela covardia e descaso!

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

PCdoB apresenta pedido de impeachment do governador Arruda

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) protocolou nesta quarta-feira (9), na Câmara Legislativa do Distrito Federal, o pedido de impeachment do governador da capital federal, José Roberto Arruda e seu vice Paulo Octávio, ambos do DEM. Na peça protocolada nesta tarde, o PCdoB "requer o processamento da presente Representação, de forma que seja admitida, afastando-se os Representados de seus cargos, conforme previsto no inciso II do § 1º do art. 103 da Lei Orgânica do Distrito Federal."Servidores que protestavam na porta da Câmara Legislativa, aplaudiram quando souberam que se tratava de mais um pedido para a saída de Arruda e de Paulo Octávio do governo."Não podemos pedir somente a saída de Arruda. Contra o vice existem provas robustas no inquérito policial. Ele participava de todo esquema montado no governo do Distrito Federal", afirmou o presidente regional do PCdoB, Augusto Madeira.O PCdoB foi representado na entrega do impeachment na presidência da Câmara Legislativa pelo seu presidente e pelo vice-presidente Apolinário Rebelo, acompanhados do advogado Paulo Machado Guimarães e militantes do partido.PM agride manifestantes do Fora ArrudaTambém nesta quarta-feira, manifestantes que protestavam pedindo o impeachment de Arruda, foram violentamente reprimidos pela Polícia Militar em frente ao Tribunal de Justiça do DF. Homens da cavalaria bateram em estudantes e militantes com cassetete e atiraram bombas de efeito moral e balas de borracha.Um estudante que deitou no meio da pista foi pisoteado por cavalos. Outro rapaz, levado para o gramado, sofreu várias agressões. Os policiais usaram gás de pimenta para afastar os jornalistas que filmavam a ação.Entre os agredidos está uma menina de 12 anos, moradora de Valparaíso, que acompanhava a irmã no protesto. Estava na calçada, em frente ao tribunal, e foi atingida nas pernas por cacetete.Segundo informações da PM, 400 policiais participam da ação. Parte do efetivo fez um cordão de isolamento em volta do Palácio do Buriti (sede oficial do governo). Soldados do Batalhão de Operações Especiais (Bope) também estavam posicionados.

Da sucursal de Brasília com agências

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Novo Projeto de Desenvolvimento Nacional

Renato: o projeto de desenvolvimento está na ordem do dia
Um evento com a participação de mais de cem pessoas marcou ontem (08) o lançamento do livro "Idéias e Rumos", do presidente nacional do PCdoB, Renato Rabelo, em Porto Alegre. Na atividade, além de diversos militantes do PCdoB e da esquerda, lideranças políticas do RS marcaram presença, tais como o presidente estadual do PT, Olívio Dutra e o presidente estadual do PSB, Caleb de Oliveira.

O evento, que contou com uma rápida palestra de Rabelo e a seguir um coquetel, foi aberto com uma saudação do presidente estadual do PCdoB, Adalberto Frasson, que destacou o importante papel que o presidente nacional do partido vem cumprindo no atual período, com "grande contribuição na formulação política e de idéias frente aos desafios da luta pelo socialismo", disse.Opinião que é compartilhada pelo presidente do PT, Olívio Dutra, que considera o livro "uma importante contribuição de Rabelo ao Brasil". Dutra lembrou que o debate de idéias é essencial à luta pelos avanços sociais e por mais direitos para o povo. Caleb de Oliveira colocou a obra entre as produções que cumprem o papel de ajudar a "compreensão coletiva da esquerda no Brasil". O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias do Sul, e vereador pelo PCdoB, Assis Melo, que também compôs a mesa de abertura do evento, destacou que a essência da obra apresentada coloca um grande desafio para os trabalhadores, que é o de serem os protagonistas das mudanças, do novo projeto nacional de desenvolvimento.Renato destacou que o livro retrata um pouco da evolução programática do PCdoB, no que se refere principalmente às discussões que o partido realiza em torno da questão da luta pelo socialismo nos dias de hoje no Brasil, a relação entre a afirmação do rumo e a definição do caminho para essa construção: "O desafio é encontrar o novo modelo de desenvolvimento necessário para o Brasil de hoje", disse. Para ele, essa idéia leva em conta que o Brasil já viveu um período de crescimento importante no chamado nacional desenvolvimentismo de Vargas, e um período muito difícil de estaganação por quase duas décadas (e o avanço neoliberal). O caminho atual, reforça Rabelo, parte de um novo ciclo de desenvolvimento no país, aberto com a experiência dos governos Lula, principalmente o segundo mandato, cuja base tem sido justamente a construção de políticas voltadas ao desenvolvimento. Neste sentido, destacou, o NPND está na ordem do dia.Todos os 50 exemplares de "Idéias e Rumos" que foram disponibilizados aos presentes no evento realizado na Sede do Sindicato dos Bancários de Porto Alegre foram vendidos.

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Evo e os bolivianos

Max Altman: Evo conquista todos os bolivianos
Presente à eleição presidencial boliviana o jornalista Max Altman mostra com exclusividade para o Vermelho, desde La Paz, como os bolivianos se reuniram para presenciar o último comício do Movimento ao Socialismo (MAS), do presidente Evo Morales e de seu vice, Álvaro Garcia Linera, na cidade de El Alto, antes da realização das eleições, no domingo (6). Altman também descreve o que aconteceu com o antigo bastião da direita, a chamada "media luna".Por Max Altman, para o VermelhoQuinta-feira (3), houve encerramento de campanha dos candidatos. Evo Morales, Álvaro Garcia Linera e o MAS (Movimiento al Socialismo) reuniram em El Alto mais de meio milhão de pessoas segundo avaliacao da imprensa local. Perguntei a Maria Elena Duarte, uma cidada comum, se tinha estado no comício e se tinha havido grande esforco de mobilizacao por parte do governo, respondeu enfática "nós nos autoconvocamos porque estamos comprometidos com a mudanca e confiamos no 'hermano'. O presidente boliviano centrou seu discurso nas medidas para alavancar a economia, investimento em infra-estrutura, especialmente estradas e aeroportos, industrializacao do gás, petróleo e lítio para agregar valor a essas matérias primas, já estando a buscar recursos na India, China, Rússia, Espanha e Brasil, instalação de usinas termelétricas. No plano social reforçar os programas existentes e estender benefícios sociais aos professores do ensino básico e médio. Evo e Linera fizeram um apelo especial à classe média: "Alguns companheiros de classe média dizem 'ele pode ser índio, pode ser indígena, mas faz respeitar nosso país, internamente e no exterior, e isto traz dignidade a nosso povo. Por eso quiero decir a la clase media: bienvenidos a ese proceso revolucionario."O candidato da chapa Plano Progresso realizou seu comício final em Santa Cruz. Seu companheiro de chapa é Leopoldo Fernandez, que está preso acusado pelo massacre de Pando, departamento que governava. Reyes insistiu que chegará ao segundo turno. E que vencerá as eleições. E que suas primeiras medidas serão tirar seu companheiro de chapa da prisão e "devolver a Bíblia" ao palácio presidencial de Quemado.Fim da meia-luaNão faz muito, durante o auge das investidas violentas dos setores mais reacionários e racistas de direita da chamada "meia lua" dos departamentos de Santa Cruz, Tarija, Beni e Pando, na tentativa de derrocar o governo Evo, o próprio presidente estava praticamente proibido de pisar nesse território. A força do voto acaba de romper o ignominioso veto que uma elite senhorial havia imposto aos povos dessa região. "Agora não existe mais meia lua. A Bolívia é hoje uma lua cheia, em sua integridade territorial e política", exclamou Evo.Segundo a totalidade dos observadores internacionais, as eleições foram justas, limpas e transparentes e transcorreram em clima de alegria e tranquilidade. Um dado a ressaltar foi a pequena abstenção, menos de 10 por cento — de um registro eleitoral biométrico que acresceu mais de um milhao de votantes ao montante anterior, demonstrando a vontade de participação do povo boliviano, o que confere legitimidade maior ainda aos governantes eleitos.De acordo com resultados de boca de urna e de contagem rápida, Evo alcançou 62,5 por cento dos votos válidos. Seu mais direto competidor, Manfred Reyes Villa conquistou 27,6 por cento dos votos. Terceiro colocado, Samuel Doria Medina, 6,1 por cento e os demais cinco candidatos somaram 3,8 por cento. Novos departamentosVale lembrar que nas eleições presidenciais de 2005, Evo alcançou 53,7 por cento dos votos. A par da expressiva vitória presidencial, o MAS (Movimiento al Socialismo) conseguiu o controle os dois terços da Assembleia Legislativa Plurinacional, o que permite avançar na regulamentaçao de 10 artigos fundamentais da Constituição.O povo boliviano decidiu-se também, por ampla maioria, a favor do referendo autonômico de cinco departamentos: La Paz, Oruro, Potosi, Cochabamba e Chuquisaca. Essas províncias mais Santa Cruz, Beni, Pando e Tarija que já haviam manifestado pela autonomia, deverão configurar sua autonomia, nos limites da Constituição.É lícito, outrossim, afirmar que o povo boliviano votou pela igualdade entre suas comunidades, pelas suas culturas, contra o racismo, pela desconcentração do poder e pela presença do Estado na economia. Ainda segundo dados não oficiais, veja como se comportou o eleitorado em cada departamento:
La Paz: Evo - 78,5%, Reyes - 9,4% e Medina - 8,9%;
Santa Cruz: Evo - 40,1%, Reyes - 52,3, Medina - 4,6%;
Cochabamba: Evo - 67,6%, Reyes - 25,7%, Medina - 4,4%;
Chuquisaca: Evo - 53,1%, Reyes - 36,3%, Medina - 6,1%;
Tarija: Evo - 48,6%, Manfred - 40%, Medina - 8,3%;
Oruro: Evo - 77,3%, Reyes - 0,0%, Medina - 6,7 (um outro candidato, Joaquino Cabrera, obteve 4,1%);
Potosi: Evo - 74,9%, Reyes - 5,3%, Medina - 2,9% (Joaquino 15,1%);
Beni: Evo - 37%, Reyes - 53,7%, Medina - 7,7%;
Pando: Evo - 45,4%, Reyes - 50,8%, Medina - 2,7%. Confirmado o triunfo popular, fica o desafio a Evo Morales, Alvaro Garcia Linera e seu governo de estar à altura do povo boliviano
.

Sepe Campos realiza Encontro de Funcionários

Silvana Carneiro (Diretora do Sepe Campos)
O 13º Encontro de Funcionários das escolas estaduais e municipais de Campos dos Goytacazes foi realizado na última sexta no Sindicato dos Comerciários.
Os diretores da Secretaria de Funcionários Silvana Carneiro, Renata Leal e Juvenil Marques estiveram presentes, prestando esclarecimento aos funcionários.
A abertura foi feita pelos diretores da Secretaria com as devidas apresentações. A diretora Silvana transmitiu uma bonita mensagem a todos, onde destacou a importância de se trabalhar com alegria.
Foram ministradas palestras que enfatizaram temas sobre medidas preventivas à saúde do trabalhador, programa Pró-Funcionário, história do Sepe e apresentação dos diretores das gestão 2009/2012.

Ao final, foi divulgada as datas do Encontro Estadual de Funcionários que acontecerá na próxima sexta-feira (dia 11/12) e no sábado (dia 12/12), das 9h às 18h no Arcos Rio Palace Hotel (Av. Mem de Sá 117 - Lapa).
A SEE concederá abono de ponto para todos os funcionários da rede estadual que participarem do evento.
A presença dos funcionários no Encontro não foi expressiva, comprovando que somente com luta e vontade as reivindicações são alcançadas. Quando não há união e força nada se alcança. Se não houver mobilização as conquistas não virão. Se a categoria for unida ficará sempre fortalecida.

Renata Leal, Juvenil Marques e Silvana Carneiro

Violência contra a mulher

Texto da camarada e grande amiga Gabriella Mariano, que apesar da pouca idade é uma grande mulher, liderança estudantil, que nos acompanha na luta dia após dia. Não postamos antes por estarmos envolvidos com outras tarefas.


Na esfera jurídica, violência significa uma espécie de coação, ou forma de constrangimento. É igualmente, ato de força exercido contra as coisas, na intenção de violentá-las, devassá-las, ou delas se apossar.
Existem vários tipos de armas utilizadas na violência contra a mulher, como: a agressão física, como socos, pontapés, bofetões, entre outros; o estupro ou violência carnal, sendo todo atentado contra o pudor, por meio de força física, ou grave ameaça seja ela de morte ou qualquer outro mal, feitas por gestos, palavras ou por escrito; abandono material, quando o homem, não reconhece a paternidade...
Mas nem todos deixam marcas físicas, como as ofensas verbais e morais, que causam dores, que superam, a dor física. Humilhações, torturas, abandono, etc, são considerados pequenos assassinatos diários, difíceis de superar e praticamente impossíveis de prevenir, fazendo com que as mulheres percam a referencia de cidadania.
A violência contra a mulher, não esta restrita a um certo meio, não escolhendo raça, idade ou condição social. A grande diferença é que algumas mulheres acabam se calando contra a violência recebida, talvez por medo, vergonha ou até mesmo por dependência financeira.
Atualmente existe a Delegacia de Defesa da Mulher, que recebe todas as queixas de violência contra as mulheres, investigando e punindo os agressores. Toda a mulher violentada física ou moralmente deve ter a coragem para denunciar o agressor, pois agindo assim ela esta se protegendo contra futuras agressões, e serve como exemplo para outras mulheres, pois enquanto houver a ocultação do crime sofrido, não vamos encontrar soluções para o problema.

Não vamos fechar os olhos diante desse problema.

Ligue 180 e denuncie. UBM - Campos
Gabriella Mariano

domingo, 6 de dezembro de 2009

Momentos do jantar (III)

Professora Odete e sua mãe, Dona Tereza, sem ela nada disso seria possível.


Fabio Moraes, Fernando Crespo (Secretário de Organização do PCdoB-Campos) e Danton Rocha

Ailton (Fiperj)

sábado, 5 de dezembro de 2009

Momentos do jantar (II)

Odete e Gabriella Mariano

UJS

UJS
Gabi e Douglas


Professora Odete conversando com seu amigo, Fabio Moraes.

Professora Odete junto a alguns de seus alunos

Professor Andrezinho, o sambista Valmir Oliveira (Canal) e sua namorada

Luiz Henrique, Gabriella Mariano e André Luiz
Professora Odete juntos aos professores Márcio Oliveira e Silvana Carneiro

Desta forma, é possível!

Momentos do jantar

Marinaldo (enfermeiro), Jonhy Willian (Centro de Cultura de Campos), Professora Odete e Professor José Glauco (UENF)


Luiz Henrique e André Luiz, membros da UJS com Professora Odete

PCdoB-Campos realiza jantar

Silvana Carneiro (diretora do Sepe Campos, Elizabeth Rosário (coordenadora da UBM-Campos), Professora Odete e Eliane Ribeiro



Esta semana o PCdoB-Campos voltou suas atenções para o jantar de adesão a pré-campanha de Professora Odete, ocorrido ontem no restaurante do Palace Hotel, no Centro de Campos, numa agradável noite, teve a presença de sindicalistas, estudantes, professores, representantes de entidades e movimentos culturais, alguns deles foram Leilson Rangel (presidente Siprosep) Jonhy Willian (Centro de Cultura de Campos), Prof. José Glauco Lopes (UENF), Valmir Oliveira (popular Canal do Samba), Prof. José Luiz (Itaperuna), Heloísa Landim, Fabio Moraes, Israel Esquef (UENF), Profª Sandra Melo, entre outros.

" Acredito ser possível, é possível! Confiança, respeito, credibilidade, esperanças e disponibilidade para lutar junto a nós foram as manifestações feitas , pelos que estavam no nosso jantar. Ele foi real e por isto temos que acreditar que é possível! Sem contar que as pessoas estavam felizes por estarem ali.", disse Professora Odete, presidente do PCdoB-Campos e pré-candidata a deputada estadual ao ser questionada sobre o jantar.

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

SEPE Campos promoverá Encontro de Funcionários

O Sepe de Campos realizará nesta sexta-feira a partir das 13 horas no Sindicato dos Comerciários, o Encontro de Funcionários das escolas estaduais e municipais da região. Na ocasião, serão ministradas palestras relativas à aréa de saúde e trabalho, vídeo informativo sobre a história do Sepe e outras atividades.
A Coordenadoria de Estado de Educação e a Secretaria Municipal de Educação informam que haverá abono do ponto de todos os funcionários participantes.
Maiores informações nos tels. 99955542 ou 27346883.

sábado, 28 de novembro de 2009

Funcionários querem levantar R$250 mil para comprar a marca "Monitor Campista"

Em reunião com representantes do Movimento Viva Monitor, na tarde de ontem (27/11/09), o diretor presidente dos Diários Associados, Maurício Dinepi, fixou em R$ 250.000,00 o valor da marca “Monitor Campista” para o caso de compra pelos seus ex-funcionários. Além disso, foi mantido o prazo de 4 de dezembro para a confirmação da compra.


Participaram da reunião com Dinepi os ex-funcionários Cilênio Tavares e Claudia da Conceição Santos, além de Paulo Thomaz (AIC) e Graciete Santana (Sepe), todos integrantes do Viva Monitor.

Na manhã de hoje, na Associação de Imprensa Campista, os ex-funcionários e demais simpatizantes do movimento decidiram abrir uma campanha pública de arrecadação de recursos para tentar, até o próximo dia 4, atingir o valor fixado.

Todos os doadores (pessoas físicas ou jurídicas) serão identificados em uma lista única publicada no blog do Movimento Viva Monitor (http://vivamonitor.blogspot.com), com nomes e valores doados. Em caso de a meta não ser atingida, os recursos serão devolvidos.

Qualquer valor pode ser doado em nome da Associação de Imprensa Campista (Banco Itaú, agência 2997, conta corrente 24529-1), preferencialmente por meio de depósito identificado. Comprovantes de depósito ou de transferência devem ser enviados para o e-mail (contatovivamonitor@gmail.com) aos cuidados de Paulo Thomaz, informando nome completo do doador, endereço, telefone e CPF.

O total parcial das doações será informado constantemente no blog Viva Monitor.

O objetivo do movimento é reativar o jornal Monitor Campista com as mesmas características de independência editorial e qualidade jornalística.

http://vivamonitor.blogspot.com/

OAB poderá pedir impeachment de José Roberto Arruda

Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal (OAB-DF) informou que analisará o inquérito que motivou a Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, para examinar se há elementos para pedir o impeachment do governador José Roberto Arruda (DEM).

A decisão foi anunciada pela presidente da seccional, Estefânia Viveiros, depois de reunião de emergência com o vice-presidente Ibaneis Rocha na sexta-feira. Caso haja elementos para pedir o impeachment, a proposta será submetida ao Conselho Pleno, órgão máximo da entidade.

A operação da PF apura um suposto esquema de propina à "base aliada" do governo. O secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal, Durval Barbosa, foi o colaborador da investigação e gravou uma conversa em que o governador, José Roberto Arruda (DEM), apareceria negociando com ele o destino de R$ 400 mil.

A PF informou que, além dos R$ 700 mil apreendidos nas buscas cumpridas na sexta, foram encontrados ainda US$ 30 mil e 5 mil euros. As buscas foram realizadas em empresas e em residências e gabinetes de deputados distritais que integram a base de apoio do governador do Distrito Federal.

São investigados os deputados distritais Eurides Brito (PMDB), Rogério Ulisses (PSB), Pedro do Ovo (PRP) e o presidente da Câmara Legislativa do DF, Leonardo Prudente (DEM).

Algumas empresas do DF também fazem parte da investigação e foram realizadas buscas em suas sedes. Além das empresas, três pessoas físicas são citadas por Durval Barbosa como as que teriam repassado ao suposto esquema parte dos R$ 600 mil rastreados. Entre elas está o secretário de educação do DF, José Luiz Vieira Valente, que foi afastado do cargo.

Foram afastados também, durante o período das investigações, o chefe da Casa Civil, José Geraldo Maciel, o chefe de gabinete, Fábio Simão, e o assessor de imprensa do governo, Omézio Pontes. O secretário de Relações Institucionais foi exonerado.

Berzoini defende investigação sem baixaria

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), deputado Ricardo Berzoini (SP), afirmou hoje (28) em seu microblog que é contra o impeachment do governador José Roberto Arruda (DEM), investigado pela Polícia Federal por desvio de verbas.

"Não defendo o impeachment do Arruda. Não devemos agir como o DEM. Defendo que as investigações sejam feitas, com serenidade, sem baixaria.”, disse o deputado.

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Mídia tenta socorrer José Serra

José Serra vive um dos piores momentos da sua ambição presidencial. Ele só não perde noites de sono porque é notívago. Além do “fogo amigo” de Aécio Neves e do demo Rodrigo Maia, que criticam sua soberba, o governador também despenca nas pesquisas. Até o jornal O Estado de S.Paulo, que não esconde a torcida por sua candidatura, já constatou a péssima fase do tucano. Em artigo publicado nesta quarta-feira, o jornalão registrou, resignado, a queda de 20 pontos percentuais de José Serra nos últimos 11 meses, segundo a pesquisa Sensus/CNT.

Diante deste cenário tenebroso para o bloco liberal-conservador, a mídia golpista se assanha para tentar socorrer Serra. Somente nesta semana, ele já participou de dois programas de auditório. Para a apresentadora Luciana Gimenez, da Rede TV, o tucano falou por mais de uma hora, sem ser incomodado por perguntas embaraçosas. Parecia uma propaganda eleitoral “gratuita” do PSDB. Um dia antes, ele foi entrevistado por Ratinho, do SBT. Para não se antipatizar com a audiência popular destes programas, José Serra chegou a defender o Bolsa-Família.

Maratona midiática do tucano

“O Lula pegou os programas que já existiam, como o Bolsa Alimentação – que eu criei quando era ministro da Saúde –, o Vale Gás, etc., e juntou no Bolsa Família. Expandiu. Fez bem, correto. Ele pegou o negócio e melhorou. É o que eu vou fazer. Se eu for presidente, eu pego e melhoro”, afirmou o presidenciável desesperado, na maior caradura. O “entrevistador” Ratinho nem sequer questionou porque, então, PSDB, DEM e PPS vivem sabotando os programas sociais do atual governo, acusando-os de “populistas” e de “gastança pública”. Foi um típico show de auditório!

A maratona midiática de José Serra se intensificou após as recentes quedas nas pesquisas, o que evidencia a relação promíscua existente entre os tucanos-demos e os barões da mídia. Além das constantes aparições nas emissoras de TV, ele tem dado várias entrevistas às rádios e reforçou a sua presença na mídia impressa, opinando sobre quase tudo. Em artigo na Folha de S.Paulo, José Serra demonizou a visita do presidente do Irã, criticando as “alianças” do governo Lula. Sobre o golpe de Honduras ou as bases militares dos EUA na Colômbia, o tucano nada falou.

http://altamiroborges.blogspot.com/

Alerj aprova projeto de inclusão dos professores de 40 horas

Os deputados da Alerj aprovaram o projeto de lei enviado pelo governador Sérgio Cabral que estende aos professores que trabalham em regime de 40 horas os direitos contidos no plano de carreira da educação estadual, como a progressão por tempo de serviço (12% interníveis) e por formação.
O plano de carreira beneficia 6.568 profissionais ativos e 338 aposentados. As regras de ascensão profissional aprovadas ontem são iguais às já existentes para os demais profissionais do magistério da rede estadual, que tem jornada de 22 horas ou 16 horas semanais: 12% entre os níveis de carreira a cada cinco anos de serviço e mais um adicional por formação (pós graduação).
Foram apresentadas 16 emendas ao projeto, mas os destaques foram retirados pelos deputados que as propuseram para não comprometer a aprovação da proposta.

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Teve início a 1ª Conferência Municipal de Juventude

Hoje teve início na FDC, às 19h, a 1ª Conferência Municipal de Juventude, trata-se de uma conferência livre, não faz parte de nenhum processo do nacional de conferência, ocorrido no ano passado. Os militantes da União da Juventude Socialista (UJS) Campos estão participando da conferência que segue até o próximo domingo, quando ocorrerá a plenária final. Amanhã a presidente da União Estadual dos Estudantes do Rio de Janeiro, Flávia Calé e o presidente da União Nacional dos Estudantes, Augusto Chagas, ambos quadros da UJS, marcarão presença no painel de debates com título "A importância do movimento estudantil na construção das Políticas Públicas para a Juventude".

Nestes próximos dias de conferência o objetivo da UJS-Campos é expor toda a problemática local da Juventude, como a garantia do passe livre estudantil, a geração de emprego e renda para os jovens, a fim de propor políticas públicas efetivas para a Juventude.

Para quem o Centro será revitalizado?

Até o presente momento presenciamos noticiadas em jornais as reuniões do poder público municipal com entidades representativas do empresariado campista sobre a revitalização do Centro, região com grande valor cultural e histórico para nosso município, que precisa resgatar sua vida.
Uma sugestão seria a criação de um pólo cultural e gastronômico formado por bibliotecas, centros culturais, restaurantes, além de incentivo como menor IPTU para que os terrenos existentes pudessem ser transformados em prédios residenciais, mas nós cidadãos sequer temos o direito de opinar. Até o momento nada sabemos sobre o desenvolvimento e implantação do projeto. Até agora nada de participação popular, da sociedade civil, com exceção da empresarial. Logo a pergunta que não quer calar: Para quem o Centro será revitalizado? Para a população que circula pelo mesmo diariamente ou para atender aos interesses de uma minoria?

Índice de violência: sete cidades do RJ entre as mais vulneráveis do Brasil

Uma pesquisa do Ministério da Justiça apontou as cidades onde os jovens, de 12 a 29 anos, estão mais vulneráveis à violência. Das 266 pesquisadas, com mais de 100 mil habitantes, sete são municípios do Rio de Janeiro.

A constatação é da pesquisa sobre o Índice de Vulnerabilidade Juvenil (IVJ) divulgada no dia 24 pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e pelo Ministério da Justiça. Das cidades com elevada vulnerabilidade dos jovens, nenhuma é capital, embora muitas pertençam a regiões metropolitanas. Além disso, embora a maioria dos jovens brasileiros tenha baixo risco e histórico de convívio com a violência, quase um terço desse grupo ainda enxerga esse mal como parte do seu cotidiano.

A pesquisa, que utiliza dados do IBGE, integra o “Projeto Juventude e Prevenção da Violência”. As sete cidades do Rio de Janeiro pesquisadas e indicadas como mais vulneráveis são: Duque de Caxias (15º lugar), Araruama (28º), Cabo Frio (30º), Macaé (33º), Magé (36º), Japeri (41º) e Campos (42º).

Entre os 42 municípios menos vulneráveis, apenas Petrópolis aparece na lista, em 33º lugar. Das 266 cidades, ainda aparecem na lista mais 19 cidades do estado do Rio: Itaguaí (45º), Itaboraí (52º), Belford Roxo (62º), Rio de Janeiro (64º), Maricá (73º), São João de Meriti (76º), Queimados (80º), Nilópolis (82 º), São Gonçalo (99º), Nova Iguaçu (101º), Volta Redonda (116º), Angra dos Reis (127º), Mesquita (131º), Barra do Piraí (134º), Resende (149 º), Teresópolis (187 º), Barra Mansa (190º), Nova Friburgo (203º) e Petrópolis (257º).

A pesquisa também apontou os estados com maior disparidade entre mortes violentas de homens e mulheres. Entre eles estão, Pernambuco (16,5% de homens contra 2,8% de mulheres), Alagoas (19% contra 3,3%) e Rio de Janeiro (13% contra 2,4%). Na "lanterninha" desse ranking estão Rondônia (21,9% contra 8,4%), Mato Grosso (23,1% contra 8,1%) e Maranhão (15,9% contra 6,1%).

A pesquisa revelou que os municípios que menos investem em segurança pública são exatamente aqueles que mais expõem seus jovens à violência. Na prática, constata-se que nas cidades onde a vulnerabilidade juvenil é muito alta a despesa realizada em segurança pública, em 2006, foi de R$ 3.764 por mil habitantes, enquanto os municípios com IVJ baixo aplicaram R$ 14.450 por mil habitantes.

O levantamento apontou também que a faixa etária com maior risco de morte por violência é a de 19 a 24 anos. Usando metodologia criada pelo Laboratório de Análise da Violência, da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ), o IVJ prevê que, em cada cidade pesquisada, 5 jovens morrerão por homicídios antes de completarem 24 anos no Brasil. Na faixa etária de 12 a 18 anos, a estimativa é que 2,38 adolescentes sejam assassinados. Entre 25 a 29 anos, a expectativa é que morram 3,73 jovens em cada município com mais de 100 mil habitantes.

A pesquisa identifica uma relação direta entre violência e participação no mercado de trabalho e escolaridade, uma vez que os jovens de 18 a 24 anos que não realizam funções remuneradas e não estudam formam o grupo no qual o IVJ é mais elevado. O indicador também confirma o “senso comum” de que aqueles que residem em domicílios com assentamentos precários, caso de favelas, são os mais expostos à violência.

Vereador Saulo Peres homenageia os músicos durante sessão ordinária

O vereador Saulo Peres, líder do PCdoB na Câmara de Araruama, na Região dos Lagos, prestou homenagem aos músicos durante sessão ordinária realizada no dia 19 de novembro no Plenário Thiophyla Soares de Bragança.

Diversos artistas e produtores da área musical marcaram presença na Casa de Leis. Na ocasião, o parlamentar parabenizou todos os profissionais pelo Dia do Músico, comemorado no dia 22 de novembro.

“Não é fácil viver da música. É um dom tão precioso e muita das vezes o artista não tem como se manter somente através da música. Os governos devem apoiar mais a cultura, pois a arte transforma as nossas vidas”, destacou o vereador Saulo Peres.

Através de moções de congratulações, o vereador Saulo Peres ainda fez questão de homenagear as esteticistas, os médicos homeopatas e os conselheiros tutelares. O funcionário Armando Cézar Pereira, auditor interno da Casa Legislativa, também foi lembrado através de uma proposição.

quarta-feira, 25 de novembro de 2009

Os reflexos não demoram

Já começamos a enfrentar e assistir os reflexos de mais um programa que não toca na base, no alicerce da questão: as carteirinhas para acesso com valor da passagem diferenciada nos ônibus. Enquanto o poder público municipal nem comenta em licitação das linhas de ônibus, não comenta na necessidade de linhas que liguem os bairros da região de Guarus, não formula um sistema eficiente com a participação popular... Enquanto isso presenciamos a greve da empresa de ônibus Tamandaré. A empresa diz que não recebeu os repasses, o poder público municipal contesta. Quem fala a verdade? Onde está a transparência? Nós cidadãos temos o direito de saber. Será que não existem nada assinado para que seja comprovado ou não o repasse? Precisamos de uma gestão eficiente, aberta ao diálogo direto com a população, assim propondo o melhor para o coletivo. E não projetos que venham a beneficiar uma minoria do empresariado, que já possuía relações um tanto escusas que tendem a se adensar.

terça-feira, 24 de novembro de 2009

Justiça do Rio mantém sistema de cotas nas universidades do estado

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) decidiu manter o sistema de cotas para o ingresso nas universidades do estado. Por 15 votos a favor, 5 contra e 1 voto por provimento parcial, os desembargadores decidiram, no dia 18, que a lei estadual 5.346/08 é constitucional.

A medida existe desde 2003 no estado e prevê a reserva de parte das vagas nos cursos superiores para negros, índios, pessoas carentes, alunos do sistema público de ensino, portadores de deficiência física e filhos de policiais ou bombeiros mortos em serviço. As cotas foram defendidas no julgamento pelo advogado do Instituto de Advocacia Racial e Ambiental (Iara), Ricardo Ferreira.

“Vestibular não traduz mérito necessariamente. A lei vai buscar a democratização do ensino superior. Fazer com que ele tenha a cara do Brasil e que as pessoas tenham mais oportunidade de acesso. As políticas de ação afirmativa precisam continuar”, disse o advogado.

Só na Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj), 30% dos estudantes são cotistas. A maioria vinda de áreas pobres, como favelas e Baixada Fluminense, e que não puderam frequentar uma escola melhor para garantir o ingresso por vestibular nas faculdades públicas, o que é possível com o auxílio das cotas.

Segundo o reitor da Uerj, Ricardo Vieiralves, o sistema provou que os alunos cotistas têm desempenho igual ou superior aos demais. “No último Enade [Exame Nacional de Desempenho de Estudantes] de Química, a nota maior do Brasil foi da Uerj e a maior nota nossa foi de um cotista. Eles vêm com problemas, mas ao entrar na universidade nós temos confiança de que somos capazes de formar excelentes profissionais”, afirmou Vieiralves.

O governador Sérgio Cabral também comemorou a aprovação da Lei de Cota pelo Tribunal de Justiça. “O Governo do Estado foi à Justiça brigar por esta ação afirmativa. Temos que quebrar o preconceito em nosso país, admitindo, em primeiro lugar que há preconceito no Brasil. Isso tem de ser dito: há preconceito racial no Brasil. Por isso, temos de, através de políticas públicas, criar mecanismos para permitir que o negro tenha igualdade de condições em todas as esferas da nossa sociedade” -, disse Cabral.

A ação direta de inconstitucionalidade contra a lei foi aberta pelo deputado estadual Flávio Bolsonaro (PP), que prometeu ingressar com recurso no Supremo Tribunal Federal (STF).

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Projeto de lei que enquadra os professores de 40 horas no plano de carreira da educação estadual vai a votação na próxima quarta-feira (dia 25/11)

O Sepe convoca os profissionais da rede estadual para comparecerem à Alerj na próxima quarta-feira, a partir das 14h. Nesta data deverá ser votado o projeto de lei do governo do estado que enquadra os professores de 40 horas no plano de carreira da educação estadual. Segundo o site da Alerj, o projeto foi incluído na pauta de votação do dia 25 de novembro e a previsão é de que seja votado no plenário da casa a partir das 15h.

A UBM FAZ 21 ANOS

Ontem, na quadra do Império Serrano, no Rio de Janeiro, aconteceu a festa em comemoração aos 21 anos da UBM (União Brasileira de Mulheres) e 20 anos da Revista Presença da Mulher. De Campos, eu (Profª. Odete), Elizabeth Rosário (Coordenadora da UBM/Campos) e Silvana Carneiro (Diretora do SEPE/Campos) participamos da grande festa .
Quadra lotada com os representantes dos mais diversos movimentos sociais.
Homens e mulheres que lutam por uma sociedade justa, fraterna e igualitária , unidos num só sonho. Jô Moraes, Ana Rocha, Dilcéia Quintela, Edmilson Valentim., Marcos Oliveira, Jandira Feghali, Raimunda Leone. Irene Cassiano, Helena Piragibe, Heloisa Silva... Sinônimos de luta e coragem que fizeram a festa bonita!
Diante da perseverança de muitas camaradas que ajudaram a construir a UBM/Campos, como Tânia Gonçalves, Terezinha Rodrigues(Enfermagem), Gabriela Mariano, Maria Rosa , Adriana Rodrigues, hoje temos uma UBM em Campos atuante, organizada e vibrante! A todas estas guerreiras, muito obrigada. Obrigada pelas diversas reuniões que fizemos, pelos atos que participamos, pelas discussões que realizamos, pela lição de militância que cada uma deu e que não nos deixou desanimar. Odete

UBM Campos participa de comemoração no Rio

A UBM Campos representada pelas camaradas Odete Rocha (nossa Presidente), Elizabeth Rosário ( Coordenadora da UBM de Campos) e Silvana Carneiro (Diretora do Sepe de Campos), participou ontem na capital, mais precisamente na quadra da Escola de Samba Império Serrano, da comemoração dos 21 anos da UBM e 20 anos da Revista Presença da Mulher.
Diversas autoridades do PC do B prestigiaram o evento, com feijoada, pagode e homenagens, àquelas que merecem por seu trabalho e luta constante em defesa dos direitos das mulheres.
A Coordenadora da UBM Campos Elizabeth Rosário promete muitas novidades para a entidade aqui em nossa cidade, e convoca a sociedade feminina campista a participar ativamente. Fotos do evento:
Profª Odete, Beth Rosário e Silvana CarneiroProfª Odete e Beth Rosário
Marcos Oliveira, Profª. Odete e o Dep. Edmilson Valentim

Marcos Oliveira e Edmilson Valentim
Ana Rocha recebe homenagem do Dep. Edmilson Valentim

Dep. Edmilson Valentim, Jô Moraes(MG), Ana Rocha e Dilcéia Quintela(Sec. Mulheres/RJ)

Beth Rosário e Rita(sentada).
Helena Piragibe Beth Rosário e Rosária (Macaé)

Profª. Odete. Lúcia e Madureira(Diretor SEPE/RJ)
Profª Odete e Marcos Oliveira
Marcos Oliveira e Profª OdeteBeth Rosário e Marcos Oliveira A alegria exuberante de Silvana Carneiro.
Marcos Oliveira, Profª. Odete e Beth Rosário Beth Rosário e Raimunda Leone (Exemplo de mulher comunista)

UJS-Campos participa da etapa estadual do 38º CONUBES e leva interior a direção da UEES-RJ


Luiz Henrique França(abaixado), Jonathan, Juarete, Jéssyka Schuartz, Alan Freitas, Juan Navarro e Tamires Corrêa na primeira fila. Atrás: Erwandro, André Luiz, Gabriella Mariano, Thamires Priscila e Douglas Azeredo.


Neste último fim de semana a União da Juventude Socialista (UJS) Campos esteve presente na etapa estadual do 38º Congresso da UBES - União Brasileira dos Estudantes Secundaristas - ocorrido na cidade do Rio de Janeiro. A participação no congresso foi de extrema relevância, pois no mesmo foram debatidos, entre outros assuntos, a nova lei do petróleo, a favor de 50% do fundo do pré-sal para a educação, defendidos pela UBES e UJS. Uma questão que envolve diretamente o Norte Fluminense. No congresso também foi fundada a UEES-RJ (União Estadual dos Estudantes Secundaristas do Rio de Janeiro), onde a Gabriela Venâncio, presidente da União dos Estudantes de Araruama, diretora da UJS-Araruama e da direção estadual, foi eleita presidente. Eleger um quadro do interior para a presidência de uma entidade como a UEES-RJ mostra a força, crescimento e evolução que a UJS vem conquistando ano após ano.



domingo, 22 de novembro de 2009

Aconteceu hoje - 1910 - Revolta da Chibata

Marinheiros do cruzador Barroso: chibata nunca mais

2.400 marinheiros rebelam a Armada de Guerra, chefiados por João Cândido. Não querem mais ser açoitados. Têm um comitê clandestino e sofrem influência socialista. Para o pasmo da oficialidade racista, o Almirante Negro manobra a frota com precisão e elegância.